Logotipo da Varify

Usabilidade no centro das atenções: seu guia pessoal

Em uma época em que a tecnologia desempenha um papel em quase todos os aspectos de nossas vidas, a maneira como interagimos com os produtos digitais pode influenciar nossas decisões, sentimentos e, por fim, nossa experiência geral como usuário.

A usabilidade e a experiência do usuário se tornaram mais do que apenas palavras da moda - elas se tornaram fatores decisivos para o sucesso no mundo digital. Mas por que eles são tão importantes e como evoluíram?

Por que a usabilidade e a experiência do usuário são importantes?

Todos nós já passamos por isso: um site ou aplicativo que é confuso ou difícil de usar. Essas experiências podem ser frustrantes e, muitas vezes, fazem com que os usuários abandonem o site ou escolham um serviço da concorrência. 

É aqui que a usabilidade e a UX entram em cena. Eles determinam a facilidade e o prazer de usar um produto ou serviço e têm influência direta no sucesso de uma oferta digital.

Definições e demarcação

Usabilidade

A usabilidade, muitas vezes chamada de facilidade de uso, refere-se à facilidade com que um usuário pode usar um produto ou serviço para atingir o objetivo desejado. Não se trata apenas de decisões de design intuitivas, mas também de minimizar erros e aumentar a eficiência.

Experiência do usuário

A experiência do usuário, ou UX, é um conceito mais amplo. Ele se refere não apenas à facilidade de uso de um produto, mas também à sensação que o usuário tem dele. Um produto pode ser fácil de usar, mas se não satisfizer ou encantar o usuário, a UX é considerada negativa.

O contexto da usabilidade

A digitalização tomou nosso mundo de assalto e, com ela, surgiram novos desafios e oportunidades no design. Embora as primeiras interfaces de computador fossem muitas vezes complicadas e incompreensíveis para o usuário comum, a crescente dependência da tecnologia levou à necessidade de criar designs mais fáceis de usar.

O surgimento dos termos e seu estabelecimento no setor Os termos usabilidade e UX surgiram nas décadas de 1980 e 1990. Eles surgiram da necessidade de tornar os designs de computadores e softwares mais centrados no usuário. Com o tempo, ficou claro que o mero funcionamento do software não era suficiente - ele também precisava ser amigável e atraente para o usuário.

DIN EN ISO 9241: Padronização e importância

A DIN EN ISO 9241 foi desenvolvida para padronizar a crescente importância da usabilidade e da experiência do usuário. Essa norma define os padrões para a ergonomia da interação homem-sistema e se estabeleceu como uma diretriz autorizada para um bom design.

Relevância em várias áreas de aplicação

Além da área óbvia de aplicação no mundo digital - sites e aplicativos - a relevância da usabilidade se estende a quase todas as categorias de produtos. Na tecnologia médica, por exemplo, os dispositivos que são mais fáceis de usar podem não apenas facilitar o trabalho da equipe médica, mas também aumentar a segurança do paciente. Um dispositivo médico que causa menos erros operacionais graças ao seu design intuitivo pode, em última análise, salvar vidas.

A usabilidade é igualmente importante no setor automotivo. Em tempos de sistemas de infoentretenimento cada vez mais complexos nos carros, é fundamental que os motoristas possam usar esses sistemas com segurança e eficiência sem se distrair com o trânsito.

Os eletrodomésticos são outra área em que a usabilidade desempenha um papel importante. Um forno intuitivo ou uma máquina de lavar fácil de usar não apenas melhoram a experiência do usuário, mas também podem reduzir o consumo de energia se os usuários selecionarem programas ou configurações mais eficientes.

Como obter uma boa usabilidade e experiência do usuário?

Para desenvolver produtos com alta usabilidade e uma experiência positiva para o usuário, a pesquisa contínua do usuário é essencial. Ela permite que designers e desenvolvedores obtenham insights detalhados sobre as necessidades, os desejos e os pontos problemáticos dos usuários. As entrevistas com usuários, por exemplo, fornecem feedback qualitativo sobre como os usuários interagem com um produto e quais problemas eles enfrentam. A tecnologia de rastreamento ocular pode ajudar a reconhecer quais áreas de um site ou aplicativo atraem mais atenção e quais são ignoradas.

Além disso, os processos de design iterativos nos quais os protótipos são criados, testados e aprimorados repetidamente são cruciais para garantir que o produto final atenda aos requisitos do usuário.

Vantagens econômicas e práticas

O ROI (retorno sobre o investimento) dos investimentos em usabilidade e UX geralmente é claramente reconhecível. Produtos fáceis de usar exigem menos suporte, o que, por sua vez, resulta em economia de custos. Uma experiência de usuário aprimorada também pode levar a taxas de conversão mais altas, seja na forma de vendas, registros ou outras métricas importantes.

Além disso, uma experiência positiva do usuário gera propaganda boca a boca e clientes fiéis, enquanto uma experiência negativa pode ter o efeito oposto. Em uma época em que os usuários têm uma infinidade de opções disponíveis, a alta usabilidade e uma experiência positiva do usuário podem ser o fator decisivo para que eles permaneçam com um determinado produto ou serviço.

Resumo e observações finais

A importância da usabilidade e da experiência do usuário no cenário moderno de produtos não pode ser superestimada. Em um mundo digital cada vez mais complexo, é fundamental que as empresas coloquem o usuário no centro e garantam que seus produtos não sejam apenas funcionais, mas também agradáveis de usar. Ao investir em usabilidade e UX, as empresas podem não apenas conquistar clientes mais satisfeitos, mas também aumentar seu sucesso comercial.